Desmonte:
Melhoramos as rotinas de “Ordem de Desmontagem”, dando maior flexibilidade para realização desse processo.

Agora o usuário tem a opção de escolher até que nível de desmontagem deseja efetuar o processo, para isso, deverá utilizar as opções que foram disponibilizadas no menu de contexto que se abre ao clicar com botão direito na grade “Itens” da Ordem de Desmontagem.

Foram disponibilizadas as seguintes opções:

  • Desmontar nos componentes de nível abaixo
  • Desmontar em Volumes
  • Desmontar em Peças
  • Desmontar em Matérias primas

Passa a ser possível também descer os níveis e desmontar um item da grade “Componentes Resultantes” nos elementos que o formam.

Exemplo: Na mesma ordem de desmontagem de volumes em peças, é possível descer mais níveis e desmontar as peças desejadas em matérias-primas.

Para isso, basta clicar com botão direito no item da grade “Componentes Resultantes” que deseja executar o processo e escolher uma das opções no menu de contexto:

  • Desmontar nos componentes de nível abaixo
  • Desmontar componente em Volumes
  • Desmontar componente em Peças
  • Desmontar componente em Matérias primas

Após confirmação do usuário, o item originalmente selecionado será decomposto e substituído por seus componentes que serão adicionados à grade “Componentes resultantes” junto como os outros elementos da grade.

Também foram disponibilizados facilitadores para “Apagar todos” os componentes do item selecionado, tanto na grade “Itens” quanto na grade “Componentes resultantes”.

Outro diferencial, é que passa a ser possível determinar se a “Peça” ou “Matéria prima” pode ou não ser reaproveitado em uma ordem de desmontagem. Para isso, no cadastro do item foi adicionado o campo de marcação “Reaproveitado na desmontagem”. Por padrão, esse campo estará marcado para todos os itens, mas, caso exista algum item componente que não pode ser reaproveitado em uma desmontagem, basta desmarcá-lo e ele deixará de ser considerado nos processos de desmontagem.

Exemplo: Peça desmontada em Matérias-primas, onde as matérias primas “Ferragens” podem ser reaproveitadas porém “Tinta” não pode.

Essas mudanças vão dar muito mais flexibilidade para realizar as rotinas de desmontagem.

Cálculo de Impostos:

Criado no cadastro de Atribuição de CSTs campo para definir “Desoneração Diferenciada (RJ)” que irá definir o cálculo do ICMS desonerado de acordo com definido no Manual de Beneficios Fiscais do RJ.

Alterado Cálculo de ST com utilização do CST 70.

Alterado cálculo de FCP sobre ST de acordo com NT 2016.002v150